Desassossegos da Memória

“Desassossegos da Memória” é o titulo da exposição de fotografia de Inácio Ludgero, com quadros de Rosa Llordén, que está patente ao público, entre os dias 12 de Janeiro e 31 de Março de 2016, na Sala – Galeria Carlos Paredes, da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), em Lisboa.

A mostra é composta por 33 imagens e 9 quadros, que retratam a Europa desde 2010 até aos dias de hoje onde Aylan Kurdi, o menino sírio refugiado de 3 anos morre a 2 de Setembro de 2015 na travessia entre a Turquia e a Grécia.

Refira-se que o pilar desta exposição é centrado no massacre de Oradour-sur-Glâne, uma aldeia localizada a cerca de vinte quilómetros a noroeste de Limoges, em França.

A 10 de Junho de 1944, às 14 horas, passados 4 dias do dia D, nas proximidades da aldeia, o comandante de um dos batalhões da divisão, alemã comunicou aos seus oficiais que havia sido avisado que um oficial das SS, um major, havia sido preso pelos guerrilheiros na aldeia e seria executado e queimado publicamente nos próximos dias. Esse foi o rastilho para a tragédia que se seguiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *