Festival alentejano premiado

O Festival Terras sem Sombra de Música Sacra do Alentejo foi distinguido com uma menção honrosa dos Green Project Awards Portugal. Esta distinção foi entregue em cerimónia realizada na Culturgest, em Lisboa.

Green Project Awards Portugal, a mais destacada iniciativa do género que se realiza no país, tem por objectivo mobilizar a sociedade para o desenvolvimento sustentável. Na edição de 2015, cujos prémios foram agora entregues, Portugal promove a cooperação entre os países da lusofonia, com enfoque na Economia Verde.

O Festival Terras sem Sombra é organizado pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, em parceria com vários municípios do Baixo Alentejo e do Alentejo Litoral e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas – que coordena a componente de biodiversidade da iniciativa.

Iniciado em 2003, o certame cruza, de maneira inédita, património, música e biodiversidade, apostando na internacionalização do Alentejo – através da sua integração em circuitos culturais de excelência – e na promoção do seu território e dos seus melhores produtos, dando uma especial atenção a áreas periféricas e valoriza o diálogo entre as grandes páginas musicais do passado e a criação contemporânea.

A edição deste ano decorre de 27 de fevereiro a 2 de julho com o título “Torna-Viagem: o Brasil, a África e a Europa (Da Idade Média ao Século XX)” e realiza-se em Almodôvar, Sines, Santiago do Cacém, Ourique, Odemira, Serpa, Castro Verde e Beja.

A programação será apresentada dia 11 de fevereiro em Madrid, com o propósito de “promover o festival e o Alentejo, levando à capital espanhola uma mostra do que existe na região”, realça o comunicado.

Esta iniciativa, conta com o patrocínio do embaixador de Portugal em Espanha, Francisco Ribeiro de Meneses e é seguida de uma “degustação de produtos regionais alentejanos” onde vão estar presentes “os presidentes das câmaras municipais de todos os concelhos envolvidos no festival.

Ainda no âmbito promocional, no dia 13 de fevereiro, “e pela primeira vez”, o Cante Alentejano vai ser ouvido em Madrid, num concerto que se realiza no Teatro do Círculo de Bellas Artes com os Cantadores de Vila Nova de São Bento (Serpa) e os Ganhões de Castro Verde e estará, igualmente presente, um instrumento muito associado ao Cante, a viola campaniça, interpretada pelos Moços D`uma Cana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *