“The Stranglers”: Banda mítica do ‘punk’ britânico em Beja

É de temas como “Golden Brown”, “Always the Sun” e “La Folie” que se faz o universo das músicas eternas. Um universo no qual os britânicos “The Stranglers” têm presença assegurada com estes e com outros temas que certamente irão recordar num concerto de entrada gratuita marcado para 6 de outubro em Beja.

Que esta banda histórica do “punk” britânico, criada em 1974, seja cabeça-de-cartaz numa feira agrícola alentejana, a Rural Beja, será apenas mais um sinal dos tempos, onde o mais genuíno da cultura local se cruza com manifestações artísticas à escala global.

Da formação original dos “The Stranglers”, que trazem a Beja a digressão mundial “Black & White” (nome do terceiro álbum, editado em 1978), integram a banda Jean-Jacques Burnel (baixo e voz), Dave Greenfiels (teclados) e Jet Black (bateria), substituído nas atuações ao vivo por Jim MacAuley. O histórico Hugh Cornwell (voz e guitarra) saiu em 1990. No seu lugar, como vocalista principal e guitarrista, está agora Baz Warne.

Cornwell tinha integrado uma banda cujo repertório ia do pop aos blues dos anos 50. Burnel era um guitarrista clássico que havia tocado em orquestras. Jet Black vinha do jazz. E Greenfield só havia toda numa base militar na Alemanha. Do seu encontro, nos anos 70, surgiram os “The Stranglers”, banda é considerada como percursora do punk, embora tenha explorado uma multiplicidade de estilos. Os primeiros passos foram dados nos circuitos dos “pubs” britânicos até terem alcançado um notável êxito comercial.

Em dezembro de 1976, a United Artistas pagou-lhes 40 mil libras por um contrato exclusivo. Em Fevereiro de 1977 gravam o seu primeiro single, “Get a Grip on Yourself”, que chegou ao número quatro no top britânico, e alguns meses depois surgia o primeiro álbum “Rattus Norvegicus”. As primeiras canções permitiram à banda impor-se, primeiro no Reino Unido e depois na Europa.

Destinada a “promover o desenvolvimento sustentável e integrado da região”, a Rural Beja realiza-se de 6 a 9 de outubro e integra uma agenda de concertos bastante preenchida. Além dos “The Stranglers”, logo no dia de abertura, vão passar pelo palco da feira os HMB (a “nova alma” do soul português) e diversos grupos corais de Cante alentejano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *