A Bruxa Teatro organiza festa do teatro em Évora (com vídeo)
2021-09-30
Parlamento aprova voto de pesar pela morte de Manuel Ferreira Patrício
2021-10-01
Mostrar tudo

Da Idade Média ao Barroco, jornadas celebram Escola de Música da Sé de Évora

SWPortugal texto

Uma conferência sobre “As Imagens de Música na Pintura do Tempo do Renascimento e do Barroco em Portugal : Levantamento Nacional e Análise Iconográfica”, por Sónia Duarte, doutorada em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, marcou o arranque, esta manhã, das XXIII Jornadas Internacional Escola de Música da Sé de Évora – Manuel Cardoso um lusitano de Fronteira.

O programa prossegue amanhã, dia 2 de outubro, pelas 19h00, com um concerto na Sé de Évora pelo Ensemble Plus Ultra, com direção de David Martin, que atuará dia 3, às 21h00, em Fronteira. Trata-se de um grupo vocal e instrumental britânico especializado na música renascentista.

No domingo, dia 3, de novo na Sé de Évora, a partir das 19h00, ouvir-se-á a música do Ensemble La Danserye, grupo criado em 1998 em Calasparra (Murcia) com o objetivo de investigar, recriar e disseminar a música para instrumentos de sopro de finais da Idade Média até ao início do Barroco, e da Capella Prolationum, com direção de Fernando Pérez Valera. Trata-se de um conjunto vocal que procura recriar as capelas musicais da Idade Média até ao século XVII, focando-se essencialmente na Renascença, “com o objetivo de estudar, investigar e apresentar o repertório sagrado seguindo critérios historicamente informados”.

No dia 5, pelas 17h00, terá lugar na Sé de Évora o concerto de encerramento das jornadas, pelo Coro Polifónico Eborae Música, dirigido por Eduardo Martins, e o Coro dos Participantes dirigido por Owen Rees, Pedro Teixeira, Paulo Lourenço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *