Reportagem: Café Memória fica em casa
2020-05-21
Esporão Private Selection com 95 pontos na Wine Enthusiast
2020-05-22
Mostrar tudo

Quinta do Crasto: um reencontro privado com o Douro

O enoturismo da Quinta do Crasto reabre dia 1 de junho. Aos clássicos passeios a pé pela vinha ou refeições privadas no terraço, juntam-se renovados programas para desfrutar, com todo o conforto e segurança, da essência da região Douro. 

“A privacidade e exclusividade vão manter-se como palavras de ordem”, refere fonte da empresa, sublinhando ter “desde sempre privilegiado uma lotação reduzida para garantir uma experiência plena aos seus visitantes”. As reservas passarão a ser obrigatórias para evitar cruzamento entre grupos pelas áreas comuns da propriedade, não se abrindo exceções a turistas que estejam apenas de passagem pela região e não tenham feito marcação prévia. 

Também a oferta será reforçada para assegurar que nenhuma experiência fique comprometida. Os passeios a pé pela vinha, as viagens na clássica Bedford e as provas de vinhos vão continuar a ser orientados por um especialista da Quinta do Crasto, garantindo-se o devido distanciamento social e obrigatoriedade no uso de equipamento de proteção individual (máscara ou viseira). 

No terraço exterior da casa senhorial da Quinta do Crasto vai manter-se o serviço de almoços e jantares. A autenticidade da gastronomia da região e os emblemáticos vinhos da casa prometem compor as mesas viradas estrategicamente para o rio, para uma verdadeira imersão pela imponente paisagem do Douro. No final da refeição é ainda possível visitar a icónica piscina da propriedade, com assinatura do arquiteto Souto Moura, sendo que a sua utilização é condicionada e carece de confirmação por parte da equipa local.

Para Andreia Freitas, responsável pelo Enoturismo da Quinta do Crasto, esta adaptação à nova realidade “foi um processo relativamente simples para toda a equipa”. 

“A nossa filosofia é oferecer uma experiência exclusiva a quem nos visita e isso nunca foi compatível com aglomerados de pessoas. O nosso grande desafio é agora fintar as limitações das máscaras e aprender a sorrir com o olhar para preservar aquilo que sempre nos caracterizou: o saber receber”, acrescenta.

Além dos programas disponíveis da Quinta do Crasto, estão também a ser preparadas várias atividades em sinergia com outros operadores da região, como são exemplo as viagens de barco pelo rio Douro, organizadas em parceria com a empresa Pipadouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *