PIM promove festival ReUnião. Ponto de encontro para artes e ideias
2021-10-08
Luís Miguel Duarte apela ao “bom senso” e à “menor politização possível”
2021-10-08
Mostrar tudo

Universidade de Évora atribui doutoramento honoris causa a Abílio Fernandes

SW Portugal texto | UE fotografia

A Universidade de Évora (UE) vai atribuir o doutoramento honoris causa a Abílio Fernandes, antigo presidente da Câmara de Évora numa cerimónia agendada para o próximo dia 14 de outubro, pelas 11h00, na sala de atos do Colégio Espírito Santo, estando o discurso laudatório a cargo de Rui Namorado Rosa, professor emérito desta Universidade.

A reitora da UE, Ana Costa Freitas, recorda o “contributo inegável” que Abílio Fernandes assumiu após o 25 de Abril de 1974, quer pela afirmação do Poder Local, tendo estado à frente do município durante 25 anos onde desenhou o primeiro Plano Diretor Municipal (PDM), quer pela participação ativa no processo de classificação do centro histórico de Évora como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) no ano de 1986.

Ana Costa Freitas realçou ainda que a atribuição do grau de doutor honoris causa a Abílio Fernandes enquadra-se na estratégia da UE, que pretende “melhorar e fomentar, cada vez mais, a relação com a sociedade e com a cidade”.

Natural de Moçambique, Abílio Fernandes é licenciado em Finanças pelo Instituto Superior de Ciências Económicas, foi presidente da Câmara de Évora entre 1976 e 2001 eleito em listas lideradas pelo PCP, para além de ter tido vários cargos no partido.

A cerimónia de atribuição do doutoramento honoris causa a Abílio Fernandes estava inicialmente prevista para março de 2020 adiada por força da pandeia covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *